1 de maio de 2011

Momento fodástico do Homem-Absorvente

Sabe aqueles momentos fodásticos da Marvel Comics? Pois é, esse aqui é um deles. O Homem-Absorvente, que ganhou esse nome aqui no Brasil sabe-se lá porque, em uma das suas lutas contra os Vingadores protagonizou um dos momentos mais fodásticos da Casa das Ideias. No Brasil a luta aconteceu na revista Heróis da TV, que junto com a revista do Capitão América, abrigava as histórias do maior grupo de heróis da Marvel.
O Homem-Absorvente invadiu a mansão dos Vingadores, o Capitão-América atingiu o vilão com seu escudo, feito de adamantium, metal indestrutível. Alertado pelo Fera, companheiro do Capitão na equipe dos Vingadores, o Bandeiroso se deu conta da besteira que havia feito.
Esse momento, que está aí em cima, é sem dúvida um dos momentos mais fodásticos da Marvel. Me lembro de vibrar ao ler essa página e dizer em voz alta: "putz! agora fudeu!". Enquanto todos os Vingadores levavam uma surra do Homem-Absorvente feito de adamantium, ficava me perguntando: "como um herói inteligente como o Capitão-América faz uma merda dessas..."

3 comentários :

PRMoSA disse...

Pensei em vários comentários cretinos para escrever sobre o post(o momento retratado nele) mas melhor deixar quieto. ahuHAUhauAHhua

Milton Kennedy disse...

Não recordo-me deste episódio, apesar de curtir bastante o Capitão América na adolescência (obs: ele não é meu herói preferido), fico curioso pra saber como terminou esta história.

Realmente "Homem-Absorvente" é um terrível nome, mesmo para um vilão, rsrsrsrsrsrs.
Pior mesmo só quando passava na TV aquele desenho do Homem Aranha (este sim meu herói preferido) em que na versão brasileira trocaram o nome do Peter Parker para Pedro Prado. Recorda-se disto?

Gde abç

Tiago Scheffler disse...

Eu tinha o gibi Heróis da TV com esta história. Muito boa. Li várias vezes. Saiu aqui no Brasil no ano de 1987, e por sorte minha mãe comprou este número para mim. No final o Homem-Absorvente perde o navio no qual ele iria fugir para outro país e ele pula na água para alcançá-lo. Como não consegue, ele absorve as propriedades da água e se dissolve no mar. Final fodástico.