18 de dezembro de 2012

Uma jornada ao Cine Araújo


Campos, formosa e intrépida, sofre bastante quando o assunto é cinema. E isso não é um fato novo, o sofrimento já é antigo. Depois de ter cinco cinemas (três deles bem grandes) funcionando ao mesmo tempo, hoje somos reféns do Cine Araújo.
Pois bem, o Cine Araújo é um bom cinema? É! Só que não!
Ou podemos dizer que o Cine Araújo deixa a desejar em alguns pontos, ou em muitos! O fato de não ter concorrência e hoje ser o único cinema da cidade, está deixando o Cine Araújo meio acomodado, e com isso ele acaba deixando os seus clientes na mão.
No último sábado eu queria ir ao cinema assistir O Hobbit. Pois bem, o que fazer? É só olhar na programação e ver os horários disponíveis. Minha primeira surpresa: quase todas as sessões de O Hobbit são dubladas. Só havia uma sessão legendada no programa, e às 22h25. Eles acreditam mesmo que o público de O Hobbit quer ver sessões dubladas?
Já que eu só posso ver o filme às 22h25 e ainda são 16h, como garantir o meu ingresso? Como saber se quando chegar ao cinema eu ainda encontrarei entradas disponíveis? Fácil: vou ligar para o Cine Araújo! Mas qual não foi minha surpresa (a segunda) ao descobrir que no Cine Araújo não tem telefone!Ninguém consegue tirar nenhuma informação de lá porque eles não têm telefone para contato! Uau! Que moderno!
Então, como eu não tenho cartão de crédito e não posso garantir o meu ingresso pelo Ingresso.com o que eu devo fazer? Vou seguir até o Shopping Boullevard - que não é perto - e comprar os meus ingressos. Mas eis que ao olhar pela janela me deparo com o mundo desabando em água! Ok! Está chovendo. E chovendo muito. O que fazer? Chorar? Espernear? Xingar o Cine Araújo? Nada disso adiantaria.
Como eu ainda tinha internet xinguei muito no Twitter e no Facebook. Graças aos palavrões consegui ir ao cinema. O amigo Maxoel Barros comprou os meus ingressos com o cartão dele e nos encontramos lá no horário combinado.
Ao chegar no cinema, fiquei um tempo (um bom tempo) no estacionamento. Depois de rodar pelo shopping e gastar dinheiro de forma desnecessária, segui em direção a sala onde o filme estava sendo exibido. Ao passar pela bilheteria notei que o cinema ainda não aceita cartão de débito ou crédito. O que é uma temeridade, pois nem sempre os caixas eletrônicos do shopping estão funcionando, e se você não tiver dinheiro em espécie vá fazer compras.
Perdi minha paciência novamente ao notar que a fila para comprar pipoca, bala e refrigerante é maior que a fila para comprar as entradas ou para entrar na sala de exibição. E o que é pior: a entrada de qualquer outro tipo de alimento, que não seja vendido na bomboniere do cinema é proibida. Ou seja, se você comprou aquele milkshake no Bob’s achando que vai levar para dentro da sala, se ferrou.
Uma vez dentro da sala de exibição as coisas fluiram normalmente. Embora eles tenham cortado boa parte dos créditos e acendido as luzes muito cedo. 
Bom, como eu disse durante o programa Mucufo na Jovem Capital, o Cine Araújo não é um mar de problemas. Tem as suas vantagens e desvantagens, mas o que se nota é que não há nenhum respeito para com os clientes e nenhum cuidado em dar comodidade aos seus  usuários. E tudo isso porque o Cine Araújo não tem concorrentes. Pelo menos não tem, ainda! Pois com o anúncio do Kinoplex que está chegando e vai substituir o Cine Magic, no Shopping Avenida 28, parece que as coisas não devem ficar muito legais para o Cine Araújo. Todo aquele glamour da inauguração já está virando água e é visível que o Cine Araújo não faz mais o mínimo esforço para cativar os cinéfilos.
Eu não sei se eles perceberam, mas o Cine Araújo fica meio distante até para quem mora no Parque Leopoldina e coma volta do cinema no Shopping 28, eu não vou gastar dinheiro e tempo indo até o limite da cidade para ver um filme.
É melhor colocar as barbas de molho, pois ninguém parece estar disposto a fazer nenhuma aventura para conseguir assistir a um filme. Minhas incursões ao Cine Araújo estão cada vez mais raras e isso pode ficar ainda pior se o atendimento não melhorar. As minhas e de um monte de nerds revoltados!

2 comentários :

Neto Cordeiro disse...

Espetacular postagem!!
Sem te pedi permissão, reproduzi no Sociedade Blog. Aquele cinema está uma porcaria!!
Que venha o Kinoplex no Shopping 28!! Saudações Alvinegras

Anônimo disse...

Pois é...tristeza para o cidadão campista...(eu moro aqui a 8 anos...como se eu fosse...)Ainda não fui ver o hobbit,pretendo ir ver,Eu moro bem perto do Boulevard shopping...Isso é uma facilidade pra mim,Mas a Pipoca lá é cara! Já cheguei a ver gente entrando com pipocas feito em casa(saushuas)pra ver filmes!...Bem...Como eu manjo das gatunices e talz...Comprei um sanduiche no bobs,apenas entreguei o ingresso na mão do cara que fica na porta e entrei feito um gato...quero ver me pararem...Bom saber que existe um blog que fale sobre meus assuntos ´preferidos,e seja campista! Como este...espero mais postagens Abraços