6 de maio de 2011

DC e as figurinhas difíceis

A editora Abril, no início da década de 80 era detentora dos direitos de publicação no Brasil da Marvel Comics, anos depois - poucos anos depois - conseguiu também o direito de publicar os heróis da DC Comics. Super-Homem, Batman e Mulher Maravilha ganhariam revistas mensais, e quase todas as promoções que envolviam os heróis da Casa das Ideias, também estavam reservadas para os amigos do Homem de Aço.
Na mesma época os álbuns de figurinhas eram uma febre no Brasil. Todos os personagens que você puder lembrar enquanto lê esse texto, tinham os seus respectivos álbuns de figurinhas, ou como eram chamados pelas editoras: livro ilustrado. Dos bonequinhos do Amar É, até um álbum com vinhetas da Rede Globo chamado Show Time. Tudo era motivo para virar figurinha.
A tática também foi utilizada para fazer com que os personagens da DC Comics ganhassem mais popularidade. Comprei o bendito álbum, esse que está aí do lado. E naturalmente, nunca consegui completar o álbum. Fiquei particularmente frustrado porque não consegui completar as figurinhas metalizadas que vinham em duas partes. Além disso, Ajax, o Marciano, não tinha uma figurinha metalizada e ganhou uma figurinha mixuruca, sem o merecido destaque.
De qualquer forma os álbuns de figurinhas foram durante muitos anos um meio muito legal para divulgar personagens e manter as crianças ocupadas. Hoje, a editora Panini ainda investe pesado nos álbuns de figurinhas, mas concentra suas forças nos livros ilustrados de futebol. Deveriam pensar em voltar a publicar as figurinhas de super-heróis, o meu filho agradeceria bastante. Tá bom... eu também ia gostar bastante de voltar a comprar os "cromos auto-colantes".

4 comentários :

PRMoSA disse...

Ia ser bem maneiro... XD
Desde que Batman não fosse mais azul... ahUHAUhauhUHUAHuhauAA

Milton Kennedy disse...

Eu tbm curtiriam muuuuuiiiitooo o retorno dos álbuns de heróis! Rsrsrsrsrs

Ah, legal o blog e as matérias sobre quadrinhos.

Abçs

Cassio Peixoto disse...

Obrigado Milton, volte sempre que quiser! A conversa aqui é sempre no memso tom, que bom que você gostou,a casa tá sempre meio desarrumada, mas é toda sua!

Eduardo Kowalewski disse...

Oi Gian. Este álbum é bem antigo. Eu cheguei a colecionar o SuperPowers, da Cromy, um luxo na época (1986). Eu não acho que álbuns seriam comercialmente sucedidos hoje em dia. Eu colecionei cerca de 5 álbuns, nunca consegui completar nenhum.